sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Mais um ano! 19/08/2011

Mãe, hoje faz três anos que não a temos pertinho da gente fisicamente. Sinto sua falta? S-I-M. Mas posso dizer que, neste último ano, as coisas ficaram um pouco mais fáceis. Vivia repetindo mentalmente que aquele nó no estômago, aquele vazio, aquela sensação de que algo está errado e de que nunca mais seria a mesma coisa e que nunca mais poderia sentir a mesma paz, conforto e leveza que sempre senti iria passar pouco a pouco. E passa mesmo. O tempo...