sábado, 17 de outubro de 2009

Coisas de Ana Luisa! O nunca! 17/10/2009

Ela é uma fofa, isso com certeza, mas também uma danadinha como toda criança dessa idade (3 anos e 3 meses).
Sua mais nova aquisição linguística é a forte palavra nunca!
Ela não entende ainda que não devemos usar essa palavra porque a vida prova o contrário quase sempre, mas por enquanto ela a usa para mostrar veementemente o que não quer!

-Ana Luisa, vamos tomar banho?
Ela brincando, assistindo desenho, se divertindo...
-Não, mamãe! NUNCA!

-Ana Luisa, está na hora do almoço, vamos almoçar agora?
Ela lá fora brincando, pulando, se divertindo...
-Não, mamãe! Agora não! NUNCA!

-Ana Luisa, está na hora da gente ir deitar!
Ela brincando, desenhando, se divertindo....
-Não, mamãe! Eu não vou deitar NUNCA!

E tudo seguido de uma cara emburrada, com direito a braços cruzados e olhares furiosos.

Nessas horas, o começo chega a ser engraçadinho, mas com o passar dos minutos, as necessidades se amontoando e o tempo se esgotando, sinto uma impaciência começando a tomar conta de mim e a primeira coisa que faço é contar até 10 (ou 20, 50) e só aí tentar uma outra abordagem.
Se não dá certo, ou a levo na marra (menos para comer porque as consequências podem ser perigosas no futuro) ou deixo para um pouquinho depois, pois ela testa nossos limites sim, mas sua rotina diária a faz entender que as coisas acontecem e sempre acontecem em um certo horário, o que fica mais fácil para lidar com esses nuncas da vida.

Ah, e sempre procuro avisar 10 ou 15 minutos antes do necessário porque aí a impaciência com coisas normais dessa idade não chega tão rápido.

Mas nem tudo são flores e há dias que o teste dos limites é fortes, mas sigo com ela com minha filosofia de vida (não fácil, mas positiva a longo prazo): Posso até ser firme, dura, forte, mas nunca faço com os outros o que não gostaria que fizessem comigo.

E assim passam os dias na vida cor-de-rosa da família das menininhas Ana...
Uns momentos mais alegres, outros de birras, alguns de coisas fofas, outros de...bem, vocês que tem filhos sabem bem o que quero dizer....

Nenhum comentário: