quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Coisas de nossa família! Dia dos pais! 09/08/09

Nosso dia começou cedo. Em torno das 3 ou 4 da manhã. Não sei quem acordou primeiro, se foi a Ana Luisa ou a Ana Julia, mas quando consegui distinguir que aquelas conversas, risadas, gritinhos e outros sons não vinham de nenhum sonho, levei um susto enorme: a Ana Luisa estava dentro do berço da Ana Julia.
Consegui perceber em segundos que tudo estava bem e fiquei tentada a voltar a dormir, mas de repente escuto a nossa menininha mais velha dizendo para a Ana Julia esperar que ela já voltava. Nesse segundo, meu coração gelou: e se ela tentasse tirar a irmãzinha do berço? Ah, não! Eu sabia que tinha que levantar!
Como já era dia dos pais, chamei o Ni para ir comigo. Afinal, ser pai é participar, não é? E lá fomos nós, meio acordados, meio dormindo, e elas a mil por hora. Felizes da vida com nossa companhia.
Brincamos (de leve para não despertar mais ainda), lemos estorinha, abraçamos, beijamos e quando o cansaço e o sono parecia que começaria a nos dominar, aconteceu:
A Ana Julia querendo algo que estava com a irmã deu 7 passinhos de uma só vez. Ela já estava ficando em pé, dando 2 ou 3 passinhos até o final do 9º mês e nessa madrugada do dia dos pais, aos 10 meses e 13 dias ela deu os primeiros passos maiores em direção à sua futura liberdade.
Nós já passamos por isso com a Ana Luisa aos 9 meses e a emoção com a Ana Julia teve todo o brilho que já tivemos antes. Foi lindo! Foi mágico! Deu vontade de chorar!
Que maneira gostosa de começar um dia tão especial como o dia dos pais. O dia daquele com quem compartilho dois dos maiores presentes que já ganhei: nossas menininhas!
Feliz Ni!
Feliz pai!
Os homens da minha vida. Aqueles que de modo tão distintos me fazem sentir mais gente, mais humana, mais parte de algo que não troco por nada: nosso família!
PS: Ana Julia está andando cada dia mais e a Ana Luisa cada dia mais danada tentando superar a atenção que sua irmãzinha está começando a ganhar por onde vai. E lá vamos nós compreender essa nova fase e ajudá-las a entender que há lugar para todas em nosso enorme coração.

Nenhum comentário: