sexta-feira, 8 de maio de 2009

As menininhas Ana e sua mamãe! 08/05/09

Um pouco do que penso e sinto sobre ser mãe,no dia das mães ou em qualquer outro dia:


Uma mãe nasce junto com sua cria. Não importa se é a primeira, a segunda ou a última.
Uma mãe não se cria de um dia para o outro. Ela aprende devagar.
Uma mãe um dia se questiona se a felicidade de antes era mesmo real.
Uma mãe sorri, chora, acalanta, enlouquece, sofre, ri, estende a mão e abre o coração quase que ao mesmo tempo.
Uma mãe sente e ama mais que infinitamente.
Uma mãe se divide em mil e sente que ainda falta alguma coisa.
Uma mãe sente uma felicidade silenciosa que transborda em seu olhar.
Uma mãe diz eu te amo tantas e tantas vezes mais não só porque ama, mas porque ainda não sabe dizer com todas as letras: eu preciso de você, mais do que você precisa de mim!







Ana Luisa e Ana Julia, muito obrigada, mas muito obrigada mesmo por me ensinarem a ser mãe!

Nenhum comentário: