terça-feira, 8 de julho de 2008

Carta para nossa princesinha mais velha! 08/07/08_28 semanas


Querida princesinha Ana Luisa,
Hoje é seu aniversário! Você está fazendo 2 aninhos. Já está uma mocinha! Queria te dizer tanta coisa, mas como você ainda não entende de sentimentos abstratos, aqui estou eu te dizendo o que talvez você só vá entender de fato quando for mãe.
Sei que o tempo vôa, que tudo passa muito rápido, mas parece que a gente se conhece há muitos e muitos anos. Já não me lembro direito como era minha vida sem você. Sei que eu era uma pessoa feliz, realizada profissionalmente, determinada, paciente com os obstáculos da vida, que esperava, mas fazia acontecer, cheia de vida, de cor e amor. Sei que tinha problemas, mas nunca me desanimava de verdade perante as adversidades. Sempre tive muitos sonhos e planos e estar apaixonada por algo ou um sonho sempre foi essencial em minha vida. Mas a verdade é que não me lembro mais com clareza como era meu dia-a-dia sem você.
Sempre sonhei com você. Sempre sonhei com nossa família. Mas nem de longe, meus sonhos se pareciam com a realidade. Me imaginava completa assim, mas não imaginava que me sentiria tão completa mesmo em meio a uma vida que parece tão imperfeita aos olhos de quem não tem filhos.
Ser mãe ou ser pai é abdicar de muitas coisas que antes pareciam essenciais. É ter alguém com quem se preocupar para sempre, é ter horas a menos de sono, de tempo livre e de sonhos do nosso eu. Sei que há uma visão romantizada do que é ser pai ou mãe, mas a realidade é bem mais dura do que sonhamos imaginar. Mas ao mesmo tempo, ser pai ou mãe nos deixa mais suaves, mais esperançosos, mais maleáveis, mais felizes, mais completos, mais em sintonia com a vida e com nosso eu, além de profundamente em paz com tudo mesmo em meio a adversidades. Nos sentimos mais completos com aquela sensação de que era isso que faltava para que tudo fizesse mais sentido.
Você foi sempre muito desejada, mesmo antes de você existir. E quando um dia eu soube que estava esperando um bebê, um misto de felicidade e de medo me invadiu. Finalmente um dos meu grandes sonhos estava prestes a ser realizado e isso deixa qualquer um cheio de felicidade e apreensão,principalmente pelo medo do desconhecido. Mas embora um pouco incrédula no começo, me atirei de corpo e alma nessa nova fase de minha vida. A gravidez foi perfeita, seu nascimento também, seu primeiro ano foi um conto de fadas, e seu segundo ano foi de muitas descobertas. Quando digo perfeita, não me refiro a ausência de situações conflitantes, de medo, angústia ou cansaço, mas perfeito como a vida deve ser, cheia de altos e baixos, mas que foram superados com muito amor e carinho. Mas apesar de qualquer tipo de situação diferente, tudo foi muito perfeito mesmo. As adversidades foram contornáveis e as alegrias foram infinitamente e abundantemente maiores e mais marcantes.
Você sempre foi um bebê tranquilo, alegre e de bem com a vida. Sempre foi muito independente e carismática também. E nós te amamos e tentamos te compreender desde o seu nascimento. Ser pai ou mãe é estar sempre aprendendo. Não nascemos assim, nos tornamos assim e dessa forma será em toda e qualquer fase da vida de nossos filhos: uma eterna aprendizagem. Justamente quando pensamos que estamos bem em uma fase, quando já estamos quase decifrando-a, vem outra e nos deixa sem chão por uns momentos. Aí sabemos que é hora de arregaçar as mangas e tentar entender essa nova fase e o que fazer para que nossas vidas possa ser como deve ser a vida: aproveitada a cada momento!
Você está em uma fase delicada da primeira infância. Está se descobrindo como pessoa e quer ter e sentir o mundo da sua forma. Suas vontades começam a se tornar mais e mais desafiadoras e saber o limite entre o que é razoável ou não torna-se nossa maior tarefa. Acreditamos na liberdade do ser humano, mas desde que com respeito pelo outro e queremos te ensinar isso. Não é fácil lidar com suas vontades de querer afirmar sua personalidade e descobrir o mundo do seu jeito, mas estamos tentando fazer de uma forma que você sinta que é amada mesmo quando não pode ter tudo do jeito que quer, na hora que quer.
Além de tudo isso, estamos esperando outro bebê. Você vai ter uma irmãzinha e minha barriga já está bem grande. Falta muito pouco. Daqui a mais ou menos 11 ou 12 semanas, você vai ter uma irmãzinha.
No começo, assim que engravidei, fiquei extremamente preocupada com o fato de não entender como poderia amar outro alguém como te amava. Além disso, fiquei também preocupada em como seria sua reação porque não queria nunca que você se sentisse menos amada por causa disso. Mas depois com o tempo, pude entender de fato que esse tipo de amor é sempre multiplicado e damos conta sim de amar tanto assim. Fiquei também mais tranquila porque pude entender o presente que Deus estava nos dando ao nos dar uma outra menininha: ela poderia ser sua eterna companheira nesse amor de nossa família, assim como na vida. Vocês vão ter uma diferença de 2 anos e 2 ou 3 meses e faremos de tudo para que vocês sejam unidas e felizes por isso.
Sei que não vai ser fácil no incío, pois além das dificuldades normais de se ter um bebezinho em casa, teremos você em meio a tudo isso e garantir seu bem estar e felicidade está e sempre estará em nossos planos. Você já está demontrando mais apego a mim de uma forma até sufocante, está mais manhosa, mais chorona, mais exigente de uma forma que nunca foi. Pode ser essa fase dos dois anos, mas pode ser também essa mudança que está para acontecer. Não sabemos, mas o que mais importa é que queremos te dizer que te amamos muito e que sua vida é a razão de nossas vidas e que nossa família é a coisa mais importante que existe no mundo. Vivemos para você, por você porque só assim podemos ser felizes com nosso eu também. E quando sua irmãzinha nascer, ela vai ser feliz por ter ao seu lado uma pessoa tão linda como você. E tanto eu quanto seu pai sempre faremos de tudo por vocês de uma forma que possibilite a vocês cresçerem bem, felizes, com saúde, amor a Deus e ao ser humano. Que vocês sejam pessoas do bem, alegres e esforçadas e que entendam que a vida é o que acontece conosco no momento que estamos vivendo. Que vocês saibam valorizar os pequenos/grandes momentos da vida! E que sintam o nosso amor a cada passo que derem na vida, mesmo em momentos de adversidade. E que possamos nos entender e apoiar quando assim for necessário. Amor não nos falta! Que Deus nos dê sabedoria!
Lindinha da mamãe e do papai: Feliz Aniversário! Nós te amamos muito! Muito obrigada por existir em nossas vidas! Do jeitinho que você é! Um abraço bem apertado, muitos beijos e aquele olho no olho do jeitinho que só você sabe fazer! Seu sorriso é lindo! Que você seja muito feliz!

Nenhum comentário: